Fale conosco: +55 11 3181 8700 /     atendimento@radarinvestimentos.com.br      radarinvestimentos

logotipo radar investimentos

Dê um primeiro passo e receba um convite de abertura de cadastro

Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro



Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro

Agora vai?!

por | 26 jul, 2018

Conforme a entressafra vai caminhando, a oferta vai seguindo seu caminho natural de diminuição e a dificuldade de compra também aumenta dia após dia. As escalas de abate não têm alivio e situações de industrias diminuindo abate diário e/ou pulando dia de abates começam a acontecer com maior frequência.

Nesse cenário a tendência altista já se instalou, porém, o movimento no mercado físico não tem sido maior porque o final do mês traz dificuldade para o escoamento da carne no atacado limitando o apetite das industrias nos preços atuais. De toda forma, o principal direcionador do mercado atual é mesmo a restrição de oferta e esse fator tende a ser preponderante nas próximas semanas. Caso a virada do mês com volta às aulas, traga melhora de consumo no mercado interno conforme o esperado, é provável que o movimento atual ganhe mais consistência.

Do lado das exportações, após os dados de maio e junho apresentarem uma volatilidade atípica, devido a mudanças na contabilização pelo MDIC, o mês de julho voltou a mostrar números positivos, com os dados divulgados até a terceira semana de julho com um volume embarcado de 91,6 mil toneladas, ritmo esse que se mantido resultaria em exportações mensais de 134 mil toneladas, ou 26% de alta sobre julho de 2017.

O mercado futuro reagiu a esse ambiente altista devolvendo o contrato de out/17 para cima do patamar de R$150,00/@ colocando novamente bons ágios na curva futura, com out/18 R$4,00 acima de agosto e R$2,80 acima de setembro, o que voltou a abrir ótimas possibilidades no mercado de opções, como seguro de preço mínimo de nível R$146,00 para outubro ao custo de R$1,00/@ ou preço mínimo de R$145,00/@ com preço máximo de R$155,00/@ a custo zero. Intervalo esse que, mesmo com o aumento dos custos da alimentação, com milho subindo em plena colheita da safrinha, ainda consegue deixar um resultado positivo na maioria das operações pecuárias.

As expectativas para as próximas semanas são positivas, já que além do início do mês com volta ás aulas, o mercado voltou a especular com a possibilidade da retomada das exportações para  Rússia, fato esse que se confirmado pode desencadear nova rodada de alta no mercado futuro, abrindo boas possibilidades de fixação de preços ou compra de seguro de preço mínimo.

***Texto originalmente publicado no informativo pecuário semanal “Boi & Companhia” da Scot Consultoria***