Fale conosco: +55 11 3181 8700 /     atendimento@radarinvestimentos.com.br      radarinvestimentos

logotipo radar investimentos

Dê um primeiro passo e receba um convite de abertura de cadastro

Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro



Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro

Suínos: China abre mercado para a carne argentina, com habilitação de 3 frigoríficos

por | 30 abr, 2019

Por Heloisa Marques, especial para a Agência Estado

São Paulo, 30/04/2019 – O presidente argentino, Mauricio Macri, anunciou nesta segunda-feira (29) a abertura do mercado chinês para a carne suína produzida na Argentina, informou em nota a Secretaria da Agroindústria do país sul-americano. De acordo com o comunicado, a abertura ocorreu após um longo processo de negociação e foi firmada na China, durante o encontro do secretário de Agroindústria da Argentina, Luis Miguel Etchevehere, com o vice-ministro da Administração Geral das Alfândegas da China, Li Guo. A China habilitou três unidades frigoríficas produtoras de carne suína da Argentina: La Pompeya, Campo Austral e Paladini.

Além disso, o país asiático aprovou a habilitação de outros 22 estabelecimentos produtores de carne bovina e de frango. Atualmente, a carne bovina congelada é o segundo produto agroindustrial argentino mais exportado para a China, somando US$ 832 milhões em 2018, disse a Secretaria da Agroindústria do país sul-americano.

Também foi firmado um memorando para agilizar o processo de futuras autorizações para outros frigoríficos argentinos interessados em exportar carnes para o gigante asiático. “Com a assinatura deste memorando, a China, pela primeira vez com um país estrangeiro, faz um acordo nestes termos, o que valoriza a relação de confiança mútua”, diz a nota da Secretaria.