Fale conosco: +55 11 3181 8700 /     atendimento@radarinvestimentos.com.br      radarinvestimentos

logotipo radar investimentos

Dê um primeiro passo e receba um convite de abertura de cadastro

Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro



Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro

Grãos/EUA: USDA deve elevar estimativa para estoques de soja

por | 9 mar, 2020

São Paulo, 09/03/2020 – O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) deve elevar nesta terça-feira sua estimativa para estoques domésticos de soja ao fim da temporada 2019/20. De acordo com analistas consultados pelo Wall Street Journal. Em seu relatório de oferta e demanda de março, a agência deve aumentar a projeção de 425 milhões para 440 milhões de toneladas (11,57 milhões para 11,98 milhões de toneladas).

Os analistas acreditam que os estoques de milho vão ser estimados em 1,885 bilhão de bushels (47,88 milhões de toneladas), de 1,892 bilhão de bushels (48,06 milhões de toneladas) no relatório de fevereiro, disseram os analistas. Já a previsão para estoques de trigo deve ser elevada de 940 milhões para 943 milhões de bushels (25,59 milhões para 25,67 milhões de toneladas).

Quanto aos estoques mundiais de soja ao fim da temporada 2019/20, a projeção deve ser aumentada de 98,9 milhões para 100,4 milhões de toneladas. A estimativa para reservas globais de milho deve ser mantida em 296,8 milhões de toneladas, enquanto a previsão para o trigo também deve ficar inalterada, em 288 milhões de toneladas.

Brasil e Argentina

O USDA deve manter sua estimativa para a produção de soja no Brasil em 2019/20 em 125 milhões de toneladas, segundo os analistas. A previsão para a safra brasileira de milho deve ser reduzida levemente, de 101 milhões para 100,9 milhões de toneladas.

A projeção para a safra de soja na Argentina deve ser elevada de 53 milhões para 53,4 milhões de toneladas, enquanto a estimativa para a produção de milho deve subir de 50 milhões para 50,1 milhões de toneladas. Fonte: Dow Jones Newswires.