Fale conosco: +55 11 3181 8700 /     atendimento@radarinvestimentos.com.br      radarinvestimentos

logotipo radar investimentos

Dê um primeiro passo e receba um convite de abertura de cadastro

Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro



Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro

Suínos/Cepea: mesmo sob pandemia de coronavírus, China ampliou importação de carne do Brasil

por | 8 abr, 2020

Por Tânia Rabello da Agência Estado

São Paulo, 08/04/2020 – Mesmo sob a pandemia do coronavírus, a China continuou comprando bom volume de carne suína entre o fim de 2019 e início de 2020, informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq-USP), em relatório antecipado ao Broadcast Agro. Em março, a China foi destino de 35,7 mil toneladas de carne suína brasileira, aumentando 2,3 pontos porcentuais sua participação nos embarques e responsável por quase metade do total enviado pelo Brasil, diz o relatório, com base em dados da Secex/Ministério da Economia.

O Cepea informa que as exportações totais da proteína alcançaram 71,5 mil toneladas em março, o terceiro maior volume da série histórica do Cepea, iniciada em 1997 e 9,4% acima do total embarcado ao exterior em fevereiro e 31,8% acima do volume de março de 2019.

Para o Cepea, a expectativa é de que os embarques sigam aquecidos em abril. Segundo resultado preliminar divulgado pela Secex, as exportações de carne suína in natura tiveram média diária de 3,17 mil toneladas na primeira semana deste mês, praticamente estável frente à média de março.