Fale conosco: +55 11 3181 8700 /     atendimento@radarinvestimentos.com.br      radarinvestimentos

logotipo radar investimentos

Dê um primeiro passo e receba um convite de abertura de cadastro

Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro



Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro

Carnes/ABPA: Exportações seguem fluxo normal, apesar da suspensão de unidades

por | 7 jul, 2020

Por Ariosto Mesquita, especial para a Agência Estado

Campo Grande, 06/07/2020 – A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) diz que a suspensão das exportações de seis unidades frigoríficas pela China desde meados de junho não afetaram os embarques de carne do País até o momento. “Mesmo com as suspensões pontuais, as exportações seguem em fluxo normal”, afirma a entidade, em nota. A ABPA acrescenta estar “acompanhando e dando suporte às suas associadas e à equipe da ministra Tereza Cristina” nas tratativas com o governo chinês buscando reverter estas decisões. “Vale ressaltar que a China impôs a mesma suspensão a frigoríficos de maior porte, de diversos países – incluindo países da União Europeia e os Estados Unidos. O Brasil é apenas uma das nações afetadas”, destaca no comunicado.

A ABPA garante não haver risco de contaminação de alimentos pela covid-19 e ressalta alguns pontos do protocolo adotado pelas 140 empresas associadas e validado, segundo afirma o posicionamento, pelo Hospital Abert Einstein (SP). Entre eles a medição de temperatura no acesso às fábricas, uso de equipamentos de proteção individual (EPI´s), de luvas e de máscaras.

As mais recentes suspensões ocorreram no sábado (4) afetando as unidades de suínos da JBS em Três Passos e da BRF em Lajeado, ambas no Rio Grande do Sul. Anteriormente já haviam sido suspensas as exportações das unidades do Frigorífico Agra (bovinos), em Rondonópolis (MT); Minuano (aves) em Lajeado (RS); Marfrig (bovinos) em Várzea Grande (MT) e JBS (aves) em Passo Fundo (RS).