Fale conosco: +55 11 3181 8700 /     atendimento@radarinvestimentos.com.br      radarinvestimentos

logotipo radar investimentos

Dê um primeiro passo e receba um convite de abertura de cadastro

Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro



Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro

Tempos de volatilidade

por | 29 out, 2020

Por Douglas Coelho da Radar Investimentos

Até mesmo os participantes do mercado financeiro que usualmente não acompanham o mercado de commodities agrícolas ficaram impressionados com a volatilidade dos últimos dias.

Com a arroba em SP saindo de R$195,00 para R$275,00/@, à vista no mercado físico em São Paulo e o milho na região de Campinas-SP ao redor de R$80,00/sc, CIF, 30d (negociado a quase 3x o valor do custo de produção), boa parte dos contatos que temos recebido é questionando sobre estratégias para proteção com opções em tempos de volatilidade.

Neste sentido, na intenção de apresentar duas estratégias que podem fazer sentido para proteção de preços contra a baixa seria a compra de “put spread” e/ou a compra de uma “put vendendo um call spread”.

O “put spread”, em resumo, consiste em comprar uma put de determinado strike e vender outra put de strike abaixo da primeira mencionada para o mesmo vencimento.

 Os pontos positivos nesta estratégia seria o custo menor de compra do que comprar uma put única (pois uma financia a outra), o risco de perda é limitado no valor pago pela proteção e não há chamada de margem de garantia. O ponto negativo seria aproveitar apenas uma parte da queda invés do movimento todo.

Exemplificando uma put spread para o vencimento de dezembro no boi gordo: compra de put de 280 + venda de put de 270. Caso o mercado recue abaixo destes valores, o ganho viria dos R$10,00/@ da diferença entre os strikes.

Olhando para a “put vendendo um call spread”, grosso modo seria comprar uma put + vender uma call + comprar outra call de strike acima da primeira mencionada para o mesmo vencimento.

O ponto positivo nesta estrutura seria aproveitar toda uma possível queda. No entanto, os pontos negativos também devem ser levados em conta, que são a chamada da margem de garantia e caso o mercado suba é necessário pagar a diferença entre a call mais alta e a call mais baixa.

Exemplo no mesmo vencimento: compra uma put de R$280  + vende uma call de R$290 + compra uma call de R$300. O ganho viria do recuo abaixo dos R$280 e caso o mercado suba deve ser pago a diferença dos R$10,00 dos R$290 para os R$300.

De maneira geral, a volatilidade deve continuar, principalmente se houver mudanças fundamentalistas pelo lado do dólar. No entanto, as estratégias para proteção com opções são customizáveis, ou seja, dá para moldar de acordo com a necessidade de cada um. Isto traz segurança na atividade mesmo em tempos de preços estressados.

(O intuito foi apresentar as ferramentas. Isto não representa nenhuma recomendação de compra ou venda)

***Texto originalmente publicado no informativo pecuário semanal “Boi & Companhia” nesta última quinta-feira (29/out) da Scot Consultoria***