Fale conosco: +55 11 3181 8700 /     atendimento@radarinvestimentos.com.br      radarinvestimentos

logotipo radar investimentos

Dê um primeiro passo e receba um convite de abertura de cadastro

Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro



Dê o primeiro passo e receba
um convite de abertura de cadastro

Carne suína/INTL FCStone: produção da China pode demorar mais tempo para se normalizar

por | 21 out, 2019

Hong Kong, 21/10/2019 – Pode ser otimista demais pensar que a produção de carne suína da China se recuperará e voltará ao normal em 2020, na avaliação do analista sênior de commodities da Ásia da consultoria INTL FCStone, Darin Friedrichs. A produção de carne suína do país diminuiu acentuadamente neste ano, em virtude da disseminação da peste suína africana (ASF, na sigla em inglês).

Friedrichs considera que, embora o governo esteja pressionando agressivamente suinocultores locais por uma recuperação na produção doméstica e a economia para reabastecer seja ótima, a peste suína africana permanece ativa e ainda pode causar problemas. “Talvez os produtores tenham melhorado muito em biossegurança e veremos a produção começar a se recuperar, ou talvez o vírus seja muito resistente e as tentativas de reconstruir o rebanho resultem em mais mortes de animais”, observa o analista da FCStone. Os preços da carne suína na China acumulam alta de 112% neste ano, em virtude da quebra na produção doméstica e aumento das importações do produto. Fonte: Dow Jones Newswires.